A Chico o que é de Francisco

0 Postado por - 24 de Abril de 2017 - Artigos

Dizem que todo ditado popular é sábio. Não sei se é verdade, mas concordo com o que dá titulo a este post: se meter pau no filho, bate no pai também.

 

A instituição Grêmio vem, há anos, declarando abertamente sua insatisfação com a atual eterna diretoria da FGF.

Mas, surpresa: decide priorizar um campeonato que nós, torcedores gremistas, não damos valor há tempos (com algumas exceções).

 

O Grêmio poderia ter jogado com os reservas a Libertadores? Claro que sim.

Poderia ter dado tudo certo? Poderia. E deu: somos líderes do Grupo, mesmo com o empate.

A questão não é escolher time A ou B para disputar. A questão é o que os dirigentes e o técnico justificam para a imprensa – e, consequentemente, pra nossa torcida.

 

Tenho certeza que tudo foi muito bem analisado. Que jogar com os reservas uniu o grupo, aumentou a moral de peças que podem ser muito importantes (Arthur), e que matematicamente seriam pontos possíveis de se arriscar numa fase de grupos.

 

O problema foi o discurso.

 

Ao manifestar os motivos para usar um grupo de reservas no Paraguai, a diretoria supervalorizou um campeonato que nada traz pra gente. E assumiu o risco de, com a derrota de ontem, colocar o próprio time titular em cheque.

 

Como diria meu avô: deram um tiro com o revólver colado no coldre.

 

Faltou malandragem. Faltou política. Faltou, o que é pior, qualidade. Tanto do time, quanto da diretoria.

 

Como disse acima, poucos gremistas valorizam ou desejam o Gauchão. Pelo que eu vejo nos grupos de Whapp que participo, a grande maioria prefere poupar titulares, evitar lesões, colocar os jovens pra jogar e ganhar experiência.

 

A grande questão é: por que ninguém faz isso? O que leva a diretoria gremista, independente da gestão, ensurdecer aos anseios da torcida que representa ano após ano?

 

Eu sei que existem torcedores preocupados com a flauta dos amigos Colorados. Não consigo entender como algo tão pequeno possa fazer diferença nos rumos de 2017. Ano passado, quase 100% dos campeões estaduais acabaram o ano brigando para não cair pra Série B – e alguns não conseguiram, como todos sabemos.

 

O que irrita, mesmo, foi a falta de inteligência: ontem nós poderíamos ter perdido muito pouco com a desclassificação. Mas não foi o que aconteceu.

 

Ao externar os motivos que fizeram o clube poupar seus titulares para o jogo contra o NH, optaram por jogar gasolina num palito de fósforo.

No lugar de dar um basta ao câncer Noveletto, demos apoio.

A Chico o que é de Francisco, só que ao contrário.

 

Parabéns a todos os envolvidos.

 

 

 

Comparilhe isso:

5 + comentários

  • Mano 24 de Abril de 2017 - 17:36 Responder

    Perfeito. E o pior, a falta de sintonia entre o discurso dá direção e o time dentro de campo foi visível. O que realmente tem por trás disso tudo?
    Porque o time jogou como se fosse ganhar ao natural de novo, e se não ganhar, ok deixa assim mesmo.
    Parece até que os titulares ficaram de cara de viajar ao Paraguai e não jogar, depois cagaram pro jogo aqui. Como se fosse resposta a deixar libertadores de lado pra esse joguinho de merda.

  • rafael 24 de Abril de 2017 - 17:42 Responder

    Faz tempo que essa diretoria está afastada do torcedor.
    Não querem saber o que o torcedor pensa

  • Beckistuta 25 de Abril de 2017 - 06:14 Responder

    Bom texto, mas permita-me discordar. O Gremista (generalizando, obviamente ha exceções) gosta do Campeonato Gaucho. Sempre gostou. E inconscientemente sabe disso. O problema é que o discurso agora é de diminuir o campeonato porque o nosso rival tem uma hegemonia crescente. Não conseguimos nos impor.

    Se a posição institucional for de denegrir o campeonato, sai fora dele. Se afilia no estadual de SC (lembram da briga do Fla com a FCF onde ameaçaram jogar o Paulista?), joga campeonato de verão na Argentina ou escala sub-20 pra jogar. Agora, não conseguirão me convencer que o torcedor não quer vencer ou que não é importante recuperar o prestígio e a liderança regional, ainda mais num estado com uma rivalidade tão grande como no RS. Isso é o famoso “discurso eleitoreiro”.

    Saudações tricolores.

  • Ronaldo 25 de Abril de 2017 - 13:51 Responder

    A explicação é simples. Sabemos que toda decisão racional deve ser precedida de uma análise custo-benefício. Como numa aposta, ponderar o que se ganha em caso de vitória e o que se perde com a derrota. O que se ganha tem um valor intrínseco que é o título estadual (que não é grande). O que se perde depende exatamente do “valor” apostado. Basta essa simples análise para se ver que colocar todas as fichas no gauchão era um erro. O problema é que a direção não ponderou a possibilidade de derrota. Ou simplesmente não fez essa análise ou ela foi contaminada pela certeza de que bastaria o Grêmio priorizar o ruralito para vencê-lo.

  • Vinicius 25 de Abril de 2017 - 22:27 Responder

    Não deve colocar reservas porque isso desvalorizaria muito o campeonato do ponto de vista comercial. Afinal, quem compraria/assistiria a jogos de um campeonato cujo clube abertamente anunciou que não é importante?

  • Deixe uma resposta


    Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function dd_digg_generate() in /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/wp-content/themes/inspire/single.php:167 Stack trace: #0 /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/wp-includes/template-loader.php(74): include() #1 /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/wp-blog-header.php(19): require_once('/home/storage/b...') #2 /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/index.php(17): require('/home/storage/b...') #3 {main} thrown in /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/wp-content/themes/inspire/single.php on line 167