Errado mas deu certo: Banguzinho 1×1 Guaraní

0 Postado por - 20 de Abril de 2017 - Artigos

Começou tudo errado mas deu certo. O Banguzinho (??????) foi pro Paraguai jogar pela Libertadores. E podia ter vencido. Tivemos muito mais chances de gol que o adversário. E, com certeza, as melhores. Mas, mais uma vez, faltou qualidade para fazer os gols. O que nos trouxe de volta à velha rotina, diga-se. Pedro Rocha salvou os reservas com um golaço.

O dar certo – ou seja, não perder – não apaga a parte mais lamentável da noite: essa escalação esdrúxula. A Dona Libertadores é uma senhora de mais de cinquenta anos. Somos um dos times que mais visita a casa dela no Brasil. E fazemos um papelão desses? Poupar um time quase inteiro pra semi-final de Ruralito? Sério? Pra impedir um time que, várias vezes, a própria direção do Grêmio sugere FAVORECIMENTO da organizadora? É muito ridículo. É um disparate. Se não torcesse pelo Grêmio, certamente eu torceria contra a partir desse minuto. Agora eu só torço pra essa direção se… olha, nem sei o que dizer.

Tudo errado mas deu certo. Por que, principalmente, Arthur fez um jogo impressionante. Disparado foi o melhor jogador do jogo inteiro. Mas não jogou sozinho. No primeiro tempo o Lincoln jogou tanto ou mais que ele. Buscando o jogo, organizando o ataque e conseguindo grandes jogadas. Perdemos gols imperdíveis com o Barrios, que teve quase todas as chances (uma de cabeça, uma sozinho contra o goleiro e outra, no final da primeira etapa). Fernandinho também perdeu de passar para dois jogadores livres depois de grande jogada. E o Lincoln também finalizou pra fora um bom cruzamento.

O adversário não viu a cor da bola entre até os 26 minutos. Aí conseguiram sair do esquema bem armado pelo Renato: cruzando bolas antecipadamente. Assim foram as melhores chances do adversário que obrigaram o Grohe a fazer uma excelente partida. Quase todas elas na bola aérea no Bressan. O Banguzinho também parou de marcar lá na frente, provavelmente tentando preservar o fôlego. Era um jogo aberto e completamente favorável ao nosso time quando o juiz apitou o final da etapa.

No retorno nenhuma mudança, embora o jogo perdesse a movimentação. Demoramos para ter alguma chance. Mas o jogo ainda estava no nosso feitio. Até o Michel ser expulso em um lance de simulação do adversário. Aliás, o juiz já tinha se embananado em um chute do Fernandinho que deu na mão do adversário e um tropeção do Thyere no atacante do Guaraní. Os dois lances, pra mim, pênaltis claros, que não foram dados porque o juiz interpretou que não houve intenção (a bola bate primeiro na perna antes do braço do zagueiro deles e o nosso estava olhando para a bola, não para o jogador adversário). De qualquer modo, um a menos antes do meio do segundo tempo em um campo de chuva era pra matar.

Tivemos uma chance ótima com o Fernandinho, que resolveu cortar para chutar e encontrou o pé do adversário na sua frente. Lance que muito juiz dá pênalti, inclusive. Ficou caído, saiu mancando e  brigando com o adversário na volta. Aí veio o gol deles. O Renato falou o tempo todo para o Fernandinho ajudar o lado direito. No lance, ele está andando. Edílson e Thyere tem três jogadores. O das costas do lateral – que estava brigando com o 21 antes – consegue cruzar de primeira. E aí o Bressan teve outra oportunidade de mostrar como não marcar um atacante em bola aérea, não estando no corpo do adversário. Gol do Guaraní. O errado tava, agora, dando errado.

O Renato tirou o Barrios (que havia perdido outro gol de cabeça) e colocou o Pedro Rocha. Se era para perder gol, bem, o jovem merece mais chances, né? Em seguida promoveu a entrada do Éverton no lugar do Lincoln. E aí o time ficou em um 4-2-3. E a única parte boa da expulsão do Michel ficou escancarada: o Arthur. O guri comeu a bola. Tanto distribuindo desarmes quanto organizando o time agora vindo de trás, ao invés de ficar na linha de 2 daquele nosso tradicional 4-4-2 defensivo (Fernandinho e Lincoln fechavam as laterais). Foi uma atuação absurda. E o Banguzinho estava mandando no jogo mais que no primeiro tempo, mesmo com um a mais.

Felizmente a atuação do guri foi recompensada com uma ótima finalização do Pedro Rocha. A marcação não viu o 9 entrando por trás do lateral, mas Arthur viu. Um passe primoroso achou uma finalização de primeira do nosso atacante para fazer o gol no primeiro chute na meta. E não parou por aí. O Grêmio seguiu em cima e o Pedro Rocha acabou quase virando o placar em uma jogada genial, driblando seu marcador e finalizando de biquinho por sobre o goleiro. A bola não fez um efeito pra dentro e acertou a trave.

Pedro Rocha está fazendo um golaço. Foto do Lucas Uebel/Grêmio Oficial (via Flickr)

Aí os dois times abdicaram de atacar. Provavelmente estafados. Kaio ainda entrou no lugar do Fernandinho para recompor o time e praticamente esperamos o jogo acabar. O que era extremamente errado deu certo: Grêmio segue líder da Libertadores. Um resultado que me deixaria feliz se não fosse a questão moral. Nunca admitirei que um jogo de Libertadores seja desprezado por causa de um de Ruralito.

Comparilhe isso:

9 + comentários

  • Ezio 20 de Abril de 2017 - 22:21 Responder

    Fagner inicialmente uma critica. Pq não foi publicado um texto após a partida do domingo que talvez foi a PIOR partida do time em 2017 (nem nas derrotas o time jogou tão mal como no ultimo domingo) ? Somos gremistas na boa e na ruim. Não achei legal a postura do site em “esquecer” o jogo do domingo. Voltando ao tópico do texto. Não me surpreende a escalação de um time alternativo visto que o GRÊMIO já fez isso na Primeira Liga. A explicação mais plausivel pro que vimos hj é que a classificação em primeiro lugar na chave está virtualmente garantida e no campeonatinho do noveletto o time ainda precisa garantir vaga na final. Já que o GRÊMIO pôs na cabeça que quer calar a boca do Noveletto é a única coisa que faz sentido. Apesar dos pesares o jogo nos mostrou uma grata surpresa. Vimos em campo um time bem entrosado e pelo jeito o Renatão está conseguindo implantar sua filosofia de futebol que ele colocou nas entrelinhas que é de ter pelo menos DOIS times titulares. Artur tem tudo pra não sentirmos falta do Walace. Fernandinho teve boa movimentação e o Cortez fechou a avenida da esquerda. Pedro Rocha fez um gol decisivo mas dá nos nervos a quantidade de gols que ele erra tb. De ruim foi a má noite do Edilson (só não foi expulso no soco nas costas que deu no cara do Guarani pq o juiz era mto ruim) e o Barrios tb irritou com seus gols perdidos. Bressan foi a ruindade de sempre mas pelo menos hj fez o feijão com arroz e mandou bicão. A melhor noticia da noite é que temos elenco sim senhor e bem entrosado. Vamo GRÊMIO !!!

  • Artur Wolff 20 de Abril de 2017 - 23:21 Responder

    Ezio: “Bressan fez o feijão com arroz” ???
    Mas prá variar tomamos o gol em cima dele!!!!!!!
    Olha um clube e/ou um treinador que ainda escala Bressan tem que se f….. mesmo!!!!
    É inacreditável a história deste jogador no Grêmio. O cara cago, cago, cago, cago,cago, saiu (Fla)…….voltou, cago, cago, cago, saiu(Uru)…….voltou, caga, caga, caga……….e continua a ser escalado.
    A gente começa a acreditar que tem gente lá dentro ganhando algum para manter este cara!!
    É inacreditável!!!

    • Ezio 20 de Abril de 2017 - 23:44 Responder

      Arthur ruindade é o normal do Bressan não dá pra esperar nada dele. Pelo menos deu bicão portanto fez o feijão com arroz. Eu tb quero que o Bressan vá embora (a propósito e o Bruno Rodrigo pq não joga ?)

  • Cruyff 21 de Abril de 2017 - 00:10 Responder

    Fiquei indignado também…
    Acho que esse fato é inédito na libertadores… Acho que nunca houve algo semelhante…

    Já seria ruim o Grêmio poupar na libertadores por estar brigando pelo brasileirão ou copa do brasil… Agora gauchão…. Foi bizarro…. Inacreditável…. Acho que grande parte da torcida pensou ” tem que se fu…. Tem que se fud…” Mas claro uns minutos depois de começar a partida estávamos nós com o c. Na mão torcendo que nem loucos.

  • marcos 21 de Abril de 2017 - 01:36 Responder

    é foda, mas o ruralito vale 5 milhões…

  • Raukoores 21 de Abril de 2017 - 08:06 Responder

    Renato é um louco. Mas vivemos de loucura e o cara tem credito, vamos juntos!

  • Ricardo 21 de Abril de 2017 - 09:09 Responder

    Antes de falar da Liberta vou ter que concordar com o Ézio! Uma atuação como aquela contra o Nóia não deveria passar incólome! Nem que fosse apenas um elogio ao outro “Bressan” do nosso elenco: “Grêmio empata com duas assistências de Marcelo Oliveira!” seria um título bonzinho pra comentar o primeiro jogo da semi do ruralito. No dia em que o M.O. conseguiu dar um passe prá gol nosso, o Sr Avenida retribuiu dando passe de cabeça, pro adversário bater de primeira pro Gol de empate…
    Back to Liberta: como futebol é paixão, sempre é perigoso emitir opiniões, e quando alguém diz que nosso técnico não é um Treinador (no sentido literal) ou que não tem grande domínio de esquemas táticos e suas variações, vem um exército irado detonar quem falou o óbvio.
    Porém, eu que nunca esperei mais que um motivador e seu ciclo curto, natural nesse perfil, tenho me surpreendido com algumas qualidades do Estátua. O timing na introdução dos jogadores que chegam, ou estão subindo tem sido algo acima da média. Também a capacidade de botar em prática o discurso ‘temos 20 titulares, bla, bla’ é algo evidente.
    Nessa lógica, eu sou forçado a admitir que o jogo de ontem coroou essas virtudes… E sejamos sinceros; o time que enfrentou o Nóia seria garantia de resultado melhor?
    De grátis, ainda tivemos uma atuação de luxo do Arthur, uma evidente passo a mais na volta do Lincoln à categoria grande promessa e uma atuação mais consistente do Cortez. Por outro lado o Barrio nos deixou em dúvida em relação ao verdadeiro nível de futebol que tem…
    Agora, na inversão dos mandos da fase de grupos, teremos dois jogos em casa e convenhamos, o nível dos adversários dessa fase está bem nivelado com os do ruralista.
    E prá concluir concordando com o Fagner; a vida escreve certo com linhas tortas…

    • Fagner 23 de Abril de 2017 - 23:47 Responder

      Gente, não vi todo o jogo contra o Novo Hamburgo e deixei pra fazer depois de ver a repetição (tinha faltado os 15 primeiros minutos de cada tempo). Acabei perdendo o timming de escrever por uma série de compromissos pessoais e um jogo de Libertadores no caminho. E porque eu não dou bola para o Ruralito também. Escrevi agora sobre a eliminação e tem a minha opinião ali. Resumindo: Grêmio jogou igual ao primeiro jogo achando que teria um resultado diferente (e fez agora o mesmo pela terceira vez com o mesmo resultado). Criou pouquíssimo porque o adversário soube neutralizar e não fez força para fazer diferente e sair disso.

      Enfim, sobre a falta da postagem, era compromisso meu, não pedi pra ninguém me substituir e falhei. Peço perdão pelo vacilo.

      Saludos,
      Fagner

  • Adilson 21 de Abril de 2017 - 22:06 Responder

    Olha senhores … inacreditável …. mas nós temos um jogador que é MUITO MELHOR que o Walace e ainda é RESERVA. Depois dessas atuações ARTHUR já merece pelo menos uma chance no time titular…. E já nessa semifinal de domingo … Vamos Imortal queremos a COPA !!!

  • Deixe uma resposta


    Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function dd_digg_generate() in /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/wp-content/themes/inspire/single.php:167 Stack trace: #0 /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/wp-includes/template-loader.php(74): include() #1 /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/wp-blog-header.php(19): require_once('/home/storage/b...') #2 /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/index.php(17): require('/home/storage/b...') #3 {main} thrown in /home/storage/b/cc/a0/ypropaganda1/public_html/novo_gremiolibertador/wp-content/themes/inspire/single.php on line 167